Girassóis mexicanos fornecem apoio para o feijão

Material produzido pela Rádio Rural Internacional em 1° de outubro de 1993, como parte do pacote de informações n° 30.

Original em inglês disponível em: http://scripts.farmradio.fm/radio-resource-packs/package-30/mexican-sunflowers-provide-support-for-beans/.


Conteúdo: girassóis podem fornecer suporte para pés de feijão. Eles também protegem o solo e agregam nutrientes e matéria orgânica quando se decompõem.

Roteiro:

Júlio César é agricultor no Departamento de San Marcos, na Guatemala. Um dos seus principais produtos é o feijão. Júlio usa uma planta local, o girassol mexicano (Tithonia diversifolia), para proteger o feijão e ajudá-lo a crescer.

Ouça como ele faz.

Primeiro, ele planta uma fileira de girassóis mexicanos. Um ou dois dias depois, ele planta feijão na mesma fileira. A ideia é que o feijão eventualmente crescerá sobre os caules de girassol, usando-os como suportes. Depois que os girassóis crescerem por algum tempo, pequenos brotos vão sair dos caules. Júlio corta esses brotos. Isso evita que os brotos se tornem ggalhos que impediriam o feijão de crescer na vertical. Ele corta os brotos dos caules de girassol a cada cerca de quinze dias, até que os pés de feijão estejam bem estabelecidos e enrolados em volta dos caules altos e fortes de girassol.

Depois disso, Júlio deixa os brotos de girassol crescerem. Assim, as plantas produzem mais ramos e folhas, que serão um bom adubo para o solo no ano seguinte. Quando os brotos crescem mais e formam ramos, eles fornecem sombra, que refrescam o ambiente na época da colheita.

Esta prática tem muitas vantagens. O girassol é uma safra de cobertura quando o feijão está crescendo e mantém o solo protegido. E Júlio parou de comprar fertilizante para o seu feijão. No final da estação, o girassol agrega nutrientes e matéria orgânica ao solo enquanto se decompõe. Assim, o girassol age primeiro como adubo verde sobre o solo e depois se decompõe, agregando ao solo matéria orgânica e nutrientes. Também as flores, depois de murchas, podem ser secas e usadas como combustível.

Fontes de informação:

  • Este roteiro é baseado em uma entrevista com Júlio César Pereira, agricultor da aldeia Sombrerito Bajo, em Nuevo Progreso, San Marcos, Guatemala.

A Rádio Rural Internacional (Farm Radio International) é uma organização canadense sem fins lucrativos dedicada a apoiar emissoras de rádio em países em desenvolvimento para fortalecer comunidades rurais e a agricultura em escala.

Segundo a organização, o material da Rádio Rural Internacional pode ser copiado ou adaptado para distribuição gratuita ou a preço de custo, com crédito para a Rádio Rural Internacional e para as fontes originais.

Esta versão em português é um trabalho voluntário, independente da organização e oferecido gratuitamente para as emissoras de rádio dos países de língua portuguesa. O texto foi traduzido para o português do Brasil, mas pode ser adaptado com facilidade para o português falado em outras partes do mundo (para dúvidas sobre os termos empregados, utilize o formulário de contato em https://radioruralportugues.wordpress.com/creditos-e-contato/).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s