Conheça plantas medicinais e saiba como usá-las

Material produzido pela Rádio Rural Internacional em 1° de dezembro de 1992, como parte do pacote de informações n° 27.

Original em inglês disponível em: http://scripts.farmradio.fm/radio-resource-packs/package-27/get-to-know-medicinal-plants-and-how-to-use-them/.


Observações para as emissoras:

Conteúdo:  Muitas pessoas em todo o mundo estão redescobrindo práticas de saúde tradicionais, incluindo o uso de plantas como remédio.  As plantas medicinais são uma alternativa inteligente para as drogas comerciais caras e difíceis de conseguir.

Obs.: algumas das sugestões deste roteiro poderão não ser as mais apropriadas como base de projetos em sala de aula.  Elas poderão também ser utilizadas como parte de um projeto geral de promoção da saúde comunitária.


Roteiro:

Quando alguém da sua família ou comunidade fica doente ou se machuca, o que você faz? Comprar remédios pode sair caro. Se você morar longe de uma clínica ou centro médico, pode ser difícil encontrar os remédios necessários. Os remédios comerciais podem parecer uma boa ideia, mas, se você não puder pagar por eles ou se eles simplesmente não estiverem disponíveis, que uso eles têm? O que você precisa é de remédios que sejam baratos, confiáveis e facilmente obtidos.

Pílulas, xaropes e pós que vêm em garrafas, latas e embalados em folhas não são os únicos remédios. Muitas plantas podem ajudar a curar doenças ou reduzir dores e desconfortos. Na verdade, muitos dos remédios que compramos são eficazes porque contêm substâncias que vêm de plantas medicinais.

Curandeiros tradicionais:

Nos dias em que não havia médicos treinados nem trabalhadores de assistência médica, os curandeiros tradicionais cuidavam da saúde das pessoas. Em muitos lugares, ainda existem curandeiros que sabem como usar as plantas para tratar de problemas de saúde. As práticas médicas tradicionais são diferentes nas diversas partes do mundo. Às vezes, elas assumem abordagem holística à saúde. Elas podem, por exemplo, dedicar muita atenção à ligação entre a saúde física e mental.

Muitos médicos e profissionais da saúde estão começando a perceber o quanto eles podem aprender com a medicina tradicional. O conhecimento médico tradicional é transmitido de uma geração para a seguinte. Mas, agora, algumas pessoas acham que esse conhecimento é antigo e desatualizado. Eles acham que somente médicos e outros profissionais de assistência médica podem tratar das doenças. Por isso, muitas formas tradicionais de curar as pessoas, como o uso de plantas medicinais cultivadas localmente, estão sendo esquecidas.

Plantas como remédios:

Mas a verdade é que as plantas medicinais são realmente úteis. Um exemplo é o capim-limão (Cymbopogon citratus), que cresce em muitas partes do mundo. A raiz dessa planta, preparada em infusão ou “chá” forte, abaixa a febre, ajudando a pessoa que sofre a febre a transpirar. Furúnculos e infecções da pele podem ser tratados com a aplicação de sementes e flores moídas de bálsamo (Impatiens balsamifera) às áreas da pele afetadas. Estes são modos mais fáceis e baratos de cuidar de febres ou infecções da pele que o uso de remédios caros de farmácias ou clínicas longe da sua casa.

Mas, se você e as pessoas da sua comunidade acham que os remédios comerciais são melhores que os métodos tradicionais, vocês podem não conhecer plantas como capim-limão ou flor de bálsamo que podem ser usadas desta forma. Talvez os seus pais ou avós saibam, mas você e os seus filhos, não. Por isso, é importante tentar descobrir o máximo que puder sobre medicina tradicional e aprender quais plantas perto de você possuem usos medicinais.

Como obter informações sobre plantas medicinais:

Fale com seus amigos, familiares e vizinhos para descobrir se eles conhecem alguma planta medicinal que você poderia usar. Se houver um curandeiro tradicional na sua comunidade, aquela pessoa poderá compartilhar informações se você mostrar seu real interesse. E, às vezes, os mais velhos sabem muito sobre o uso de plantas para tratar doenças. Reunir-se com um grupo de pessoas para compartilhar as informações de cada um é uma forma como você poderá aprender mais sobre plantas medicinais locais e como usá-las.

Talvez você possa coletar amostras de folhas, flores e frutos de plantas medicinais. Pressione-as entre jornais velhos. Depois, quando estiverem secos, organize-as sobre folhas de papel e marque seus nomes e usos, para poder indicá-las facilmente quando necessário. Os trabalhadores da saúde da sua comunidade ou os que o visitam periodicamente poderão interessar-se em aprender com você. Juntos, vocês poderão encontrar as melhores formas de combinar a cura tradicional com novos remédios e práticas médicas.

É claro que é preciso ter cuidado. Algums plantas são venenosas e podem deixar as pessoas doentes. E algumas plantas medicinais são muito fortes e deverão ser usadas somente de certas formas ou em pequenas quantidades. Algumas são adequadas para adultos, mas não para crianças. Por isso, você precisa falar com o máximo de pessoas possível e reunir o máximo de informações sobre cada planta para garantir o seu uso com segurança.

Quando você souber quais plantas locais são úteis como remédios, poderá começar um jardim especialmente para plantas medicinais. Talvez esse possa ser um jardim que todos da comunidade cuidam e usam. Assim você pode ter à mão uma forma barata de cuidar da saúde da sua família, sem depender de ajuda externa escassa ou cara.

As plantas medicinais não podem curar todas as doenças. Às vezes, ver um médico ou trabalhador de assistência médica e tomar os remédios que eles prescrevem é a melhor forma de cuidar de um problema de saúde. Mas você pode reduzir os custos e ter mais controle sobre a sua saúde e a de sua família aprendendo como usar as plantas medicinais que crescem na sua região.


Fontes de informação:

Fichas Populares Sobre Plantas Medicinales.  1ª série (n° 1-40), segunda edição (1990). Publicado pelo Centro de Estudos da América Central

sobre Tecnologia Apropriada (CEMAT), 1ª Avenida 32-21, Zona 12, Apartado Postal 1160, Guatemala, Guatemala.

Health and Traditional Medicine, Development and Cooperation n° 4, 1990. Publicado pela Fundação Alemã para o Desenvovimento Internacional, Hans-Bockler-Strasse 5, D-5300 Bonn 3, Alemanha.

Medicinal Plants, World Neighbors in Action, Volume 15, n° 4E.  Publicado pela World Neighbors, Sede Internacional, 4127 NW 122 Street, Oklahoma City, Oklahoma 73120‑8869, Estados Unidos.

Understanding Medicinal Plants, transcrição de filme da World Neighbors.  Publicado pela World Neighbors, Comunicações para o Desenvolvimento, 4127 NW 122 Street, Oklahoma City, Oklahoma 73120‑ 8869, Estados Unidos, e produzido em cooperação com a AKAP Research, 66 J. P. Rizal Street Project 4, Quezon City, Filipinas.


A Rádio Rural Internacional (Farm Radio International) é uma organização canadense sem fins lucrativos dedicada a apoiar emissoras de rádio em países em desenvolvimento para fortalecer comunidades rurais e a agricultura em escala.

Segundo a organização, o material da Rádio Rural Internacional pode ser copiado ou adaptado para distribuição gratuita ou a preço de custo, com crédito para a Rádio Rural Internacional e para as fontes originais.

Esta versão em português é um trabalho voluntário, independente da organização e oferecido gratuitamente para as emissoras de rádio dos países de língua portuguesa. O texto foi traduzido para o português do Brasil, mas pode ser adaptado com facilidade para o português falado em outras partes do mundo (para dúvidas sobre os termos empregados, utilize o formulário de contato em https://radioruralportugues.wordpress.com/creditos-e-contato/).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s