O jardim familiar da cozinha

Material produzido pela Rádio Rural Internacional em 1° de abril de 1995, como parte do pacote de informações n° 36.

Original em inglês disponível em: http://www.farmradio.org/radio-resource-packs/package-36/a-kitchen-garden-for-the-family/.


Roteiro:

É sempre necessário enfatizar a importância dos legumes e verduras na nossa alimentação. Os legumes e verduras que comemos fornecem aos nossos corpos vitaminas e sais minerais que nos protegem contra doenças.

Por isso, a estação seca é um desafio para as famílias, especialmente para as mulheres que são responsáveis pelas refeições familiares. Essa escassez de vegetais verdes às vezes é tão grande que algumas pessoas das aldeias vão para os mercados das cidades procurar legumes e verduras. Com essa escassez na estação seca, os legumes e verduras disponíveis são normalmente muito caros e inacessíveis. Às vezes, os legumes e verduras são vendidos a quatro ou cinco vezes o preço normal.

A questão agora é: “por quê não cultivar legumes e verduras na estação seca para reduzir os custos com alimentos da família? Por que as famílias precisam comprar todos os seus legumes e verduras se podem cultivar os seus próprios facilmente?” Aqui estão algumas respostas comuns:

  • Eu não tenho terra.
  • Eu não tenho tempo.
  • Não temos água na estação seca.
  • Os animais errantes vão destruir o jardim.

Todas essas respostas são verdadeiras até certo ponto, mas devemos sentar-nos e cruzar os braços? Vamos examinar cada uma dessas desculpas.

É verdade que muitas pessoas não têm muita terra. Mas os terrenos onde ficam suas casas podem ter quintais que muitas vezes são muito grandes e suficientemente férteis para jardinagem. Até dois ou três metros quadrados de solo usados de forma inteligente podem fornecer ricos legumes e verduras para a alimentação da família. Esses legumes e verduras podem ter grande valor nutricional para a família. Se você não tiver muita terra, pode cultivar legumes e verduras em vasos, bacias ou baldes grandes, quebrados ou descartados, ou em pneus, como fazem muitas pessoas com flores cultivadas em casa. Tudo o que você precisa é enchê-los com húmus, solo ou composto.

Água

Você pode armazenar água servida da cozinha e usá-la para regar os legumes e verduras à noite. Evite usar água com sabão e com produtos químicos. Deixe a água quente esfriar antes de regar. Se os leitos de legumes e verduras forem cobertos com adubo verde como grama seca, o solo vai ficar fresco e úmido e você pode não precisar regar todos os dias. Peça às crianças que carreguem baldes de água todas as noites para regar os legumes e verduras. Fale com elas com cuidado, explique a importância de cultivar legumes e verduras e depois acompanhe para ver se o trabalho é feito. Às vezes você mesmo deverá fazer o trabalho para que as crianças apreciem a sua real importância.

Tempo

Não é necessário muito tempo para fazer a manutenção de um jardim de cozinha. Você precisa passar algum tempo construindo o jardim porque é preciso limpar, cultivar, fazer os canteiros e procurar esterco. Depois de estabelecer o jardim, a manutenção é simples, especialmente se você cobrir os canteiros com grama seca, como mencionado anteriormente. Os canteiros ficarão frios e pouca ou nenhuma erva vai crescer, o que reduz a mão de obra. Depois você pode, de vez em quando, verificar e controlar pragas e doenças. Se você planejar bem, sempre terá tempo de fazer a maior parte do trabalho.

Animais

Os animais errantes são uma dificuldade para o cultivo de safras nas nossas cidades e aldeias. Mas querer é poder. Qualquer família que desejar cultivar verduras e legumes precisa trabalhar muito para proteger o jardim.

A melhor coisa a fazer é cercar o seu jardim. Não machuque nem mate os animais. Você deverá levar a questão para o conselho tradicional ou para as autoridades adequadas. Se animais selvagens estiverem destruindo as suas verduras e legumes, você pode manter o jardim e suas vizinhanças limpas, montar armadilhas e colocar espantalhos.

Estas são algumas das coisas necessárias para ser bem sucedido na jardinagem. Se você precisar de informações, entre em contato com um agente de extensão rural. Algumas pessoas acham a agricultura um trabalho com muita sujeira ou uma profissão que serve só para pessoas sem instrução. Já passou da hora de mudar a nossa mentalidade e levar a agricultura a sério, pois, quando a alimentação da família é pobre em nutrientes alimentares, podemos precisar pagar muito com a saúde. E, quando a saúde da família está em risco, deixa de ser só problema da mulher.


Créditos:

Este artigo foi escrito por Martha Ghanla, Instrutora de Programas para as Mulheres, Fundação Inades, Bamenda, Camarões. Ele é adaptado de um artigo em Rural Development Review, Edição n° 13 (julho/setembro de 1992), Bamenda, North West Province, Camarões.

A produção deste roteiro foi possível graças ao generoso apoio da Nancy’s Very Own Foundation, Toronto, Ontário, Canadá.

Fontes de informação:

African gardens and orchards: growing vegetables and fruit, Hugues Dupriez e Philippe De Leener, 1989, 335 págs. Macmillan Publishers Ltd e Terres et Vie, rue Laurent Delvaux 13, 1400 Nivelles, Bélgica.

The bio-intensive approach to small scale household food production, 1993, 87 págs. International Institute of Rural Reconstruction, Silang, Cavite, Filipinas.

Dry season gardening for improving child nutrition, Paul Sommers, 1984, 49 págs. UNICEF, 3 UN Plaza, New York, NY 10017, Estados Unidos.

Food from dryland gardens, David Cleveland e Daniela Soleri, 1991, 389 págs. Centre for People, Food and Environment, 344 South Third Avenue, Tucson, Arizona, 85701, Estados Unidos.

Gardening for better nutrition, Arnold Pacey, 1978, 64 págs. Intermediate Technology Publications Ltd, 9 King Street, London, WC2E 8HN, Grã-Bretanha.

Un jardin pour mieux vivre, em Agripromo, n° 51, outubro de 1985, (pág. 12). Inades Formation, 08 B.P. 8, Abidjan 08, Costa do Marfim.

Manual didáctico: huertos escolares y nutrición, abril de 1984, 132 págs. Peace Corps, Information Collection & Exchange, Office of Training Support, 906 Conneticut Avenue, N.W., Washington, D.C. 20526, Estados Unidos.

Pequeño manual del huerto orgánico, 1991, 24 págs. La era agrícola, Apartado Postal 456, Mérida, 5101 A, Venezuela.

The UNICEF home gardens handbook for people promoting mixed gardening in the humid tropics, 1982, 55 págs. UNICEF, 3 UN Plaza, New York, NY 10017, Estados Unidos.


A Rádio Rural Internacional (Farm Radio International) é uma organização canadense sem fins lucrativos dedicada a apoiar emissoras de rádio em países em desenvolvimento para fortalecer comunidades rurais e a agricultura em pequena escala.

Segundo a organização, o material da Rádio Rural Internacional pode ser copiado ou adaptado para distribuição gratuita ou a preço de custo, com crédito para a Rádio Rural Internacional e para as fontes originais.

Esta versão em português é um trabalho voluntário, independente da organização e oferecido gratuitamente para as emissoras de rádio dos países de língua portuguesa. O texto foi traduzido para o português do Brasil, mas pode ser adaptado com facilidade para o português falado em outras partes do mundo (para dúvidas sobre os termos empregados, utilize o formulário de contato em https://radioruralportugues.wordpress.com/creditos-e-contato/).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s