Como aprender com a sua audiência

Material produzido pela Rádio Rural Internacional em 1º de dezembro de 2012, como parte do pacote de informações n° 95.

Original em inglês disponível em: http://www.farmradio.org/radio-resource-packs/package-95-researching-and-producing-farmer-focused-programs/how-to-learn-about-your-audience-and-what-audience-members-need-from-your-program/.


Observações para as emissoras:

Quando uma emissora de rádio recebe comentários dos seus ouvintes sobre os seus programas e o que esses ouvintes precisam ouvir, os programas da emissora têm mais condições de atender às necessidades dos ouvintes.

Para criar uma programação agrícola eficiente e relevante para as necessidades dos seus ouvintes, você precisa (1) conhecer a sua audiência; (2) saber quais tipos de informações agrícolas são importantes para ela; e (3) saber como engajar os agricultores em discussões pelo rádio de questões que sejam importantes para eles.

Quando foi a última vez que a sua emissora fez um estudo amplo da situação agrícola dos seus ouvintes/agricultores? Provavelmente está na hora de um novo estudo!

Este documento informativo oferece algumas orientações sobre como interagir com a sua audiência, a fim de melhor atender às necessidades dos ouvintes. O documento informativo é dividido em duas partes. A Parte I descreve ações que você pode tomar para aprender o que a sua audiência deseja e precisa ouvir. A Parte II contém uma lista de perguntas que ajudarão você a definir a sua audiência alvo.


Roteiro:

Parte I: De quais informações os seus ouvintes/agricultores precisam?

Introdução: Qual é a sua fonte mais importante para descobrir de quais informações os agricultores da sua audiência precisam? Os agricultores da sua audiência, é claro!

Embora sejam mencionados outros métodos de pesquisa neste documento informativo, é muito recomendado visitar os ouvintes/agricultores nas suas comunidades. Programe reuniões nas aldeias, consiga transporte e encontre-se com grupos de agricultores. Se as mulheres agricultoras não puderem falar na presença dos homens, tenha uma reunião separada com as mulheres.

Algumas emissoras de rádio podem passar muito tempo no campo, interagindo com os agricultores, gravando as suas vozes e promovendo reuniões, nas quais os agricutores podem falar sobre o tipo de informações de que precisam.

Por muitas razões, outras emissoras de rádio têm mais dificuldade de viajar para o campo. Seja qual for a situação na sua emissora, a chave é interagir com a sua audiência ao máximo possível. Dependendo dos seus recursos, da extensão da sua interação anterior com a sua comunidade de ouvintes e da sua familiaridade e treinamento em pesquisa de audiência, existem diversas atividades de pesquisa que você pode conduzir ao visitar uma comunidade de ouvintes. Todas elas envolvem a interação com os agricultores; por isso, lembre-se que o estabelecimento de relações é o principal fator da boa programação participativa.

As emissoras com poucos recursos ou pouco treinamento em pesquisa de audiência, ou com relativamente pouco contato com a sua comunidade poderão desejar experimentar algumas das cinco atividades de pesquisa relacionadas abaixo.

Se a sua emissora houver mantido relativamente pouco contato com a sua comunidade de ouvintes, poderá ser uma boa ideia começar com formas menos estruturadas de reunir-se com as pessoas, como uma simples “reunião à sombra de uma árvore”. Nesses ambientes menos formais, você poderá perguntar uma ou mais questões amplas e permitir que os seus ouvintes respondam livremente a essas questões. Você poderá perguntar, por exemplo, como a sua emissora poderia servir melhor a eles como agricultores. Você poderá perguntar quais são as suas necessidades de informações agrícolas mais importantes.

Essa abordagem aberta pode permitir a participação mais livre dos agricultores para determinar o conteúdo ou estabelecer a agenda do seu programa agrícola no rádio. Se você estiver procurando feedback sobre questões agrícolas, formule suas perguntas sobre agricultura da forma mais ampla possível, talvez para incluir as condições de vida (as condições de vida dos agricultores incluem todas as maneiras que eles usam para viver).

Às emissoras que detiverem mais recursos e treinamento, além de contato regular com a sua comunidade de ouvintes, incentivamos experimentar as três atividades de pesquisa adicionais mencionadas mais adiante neste documento informativo. Mas, é claro, você tem a liberdade de experimentar qualquer uma das atividades aqui descritas.

Algumas das atividades relacionadas abaixo poderão ser novas para você. Incentivamos você a experimentar algo que não tenha feito antes. Mas poderá ser uma boa ideia perguntar aos agricultores se eles ficam confortáveis com você tentando alguma coisa nova, para que todos vocês possam aprender juntos. Eles provavelmente concordarão, apreciarão você ter solicitado a permissão deles e serão mais pacientes com o processo.

A importância do comportamento adequado do pesquisador:

Seja qual for o objetivo da sua reunião com os agricultores, lembre-se de que, sempre que se reunir com eles, você estará ali para aprender com eles. Não se preocupe em conseguir resolver tudo na sua primeira visita. Você está tomando medidas para estabelecer um relacionamento de duas vias a longo prazo com os agricultores. Para estabelecer um bom relacionamento a longo prazo, é necessário ter maneiras respeitosas e descontraídas. Mostre humildade, respeito, paciência e interesse pelo que os ouvintes têm para dizer e mostrar. Ande com eles em vez de correr. Com um comportamento atencioso e relaxado, ouvindo e observando sem interromper, você estabelecerá melhor conexão com os ouvintes.

Mostrando respeito pelo trabalho que eles fazem e pelas suas ideias, é mais provável que os agricultores o recebam bem nas suas comunidades no futuro. Também é importante ser honesto e transparente desde o início. Explique que o propósito da sua visita é reunir-se com os agricultores e receber suas sugestões. E que você usará essas sugestões para ajudar a projetar um programa de rádio que os ajude nas suas atividades agrícolas.

Cinco atividades de pesquisa: Aqui estão cinco formas relativamente simples de interagir com a sua comunidade de ouvintes e descobrir de qual tipo de informações agrícolas eles precisam.

  1. Use os programas de rádio e telefones celulares para obter informações.

Programas de rádio: se você já tem um programa de rádio, produza um programa de chamadas telefônicas e peça aos agricultores que liguem e discutam as questões agrícolas que são mais importantes para eles.

Mensagens de voz: estabeleça um sistema de gravação de mensagens de voz e peça aos agricultores que telefonem e indiquem suas principais preocupações com a agricultura e a segurança alimentar.

Mensagens de texto (SMS): existem duas formas de usar SMS. Primeiro, você pode pedir feedback sobre questões muito específicas. Os apresentadores do programa formularão perguntas e pedirão aos agricultores que respondam às perguntas com mensagens de texto. Você poderá formular diferentes perguntas em dias diferentes, ou formar uma “enquete”, na qual os ouvintes respondem a uma pergunta. Você poderá, por exemplo, formular uma pergunta à qual os seus ouvintes respondem sim ou não, ou sempre, às vezes, raramente ou nunca. Mantenha um registro das respostas dos agricultores às suas “enquetes” e perguntas. Se você tiver acesso a ferramentas como FrontlineSMS, você pode guardar todas as mensagens de texto em um computador. É claro que a utilidade das mensagens de texto depende da disponibilidade dos telefones celulares e do grau de instrução dos usuários. As enquetes de texto podem não fonecer uma amostra representativa dos agricultores da sua comunidade.

Em segundo lugar, você pode formular questões mais amplas sobre agricultura ou condições de vida, ou simplesmente informar à sua audiência que a sua emissora gostaria que os ouvintes dissessem quais questões sobre agricultura e segurança alimentar eles consideram mais importantes. Esta abordagem é menos dirigida. Mas pode ser uma forma eficiente de incentivar os seus ouvintes agricultores a participar e expressar suas necessidades mais importantes, especialmente se você houver mantido interação limitada com a sua comunidade de ouvintes.

  1. Visite os mercados locais.

Os mercados locais são um ótimo lugar para reunir-se com os agricultores, muitas vezes de diversas comunidades diferentes. Você pode não conseguir organizar reuniões ou discussões em grupo, mas os agricultores individuais que vendem produtos no mercado podem fornecer um bom quadro dos principais pontos fortes e fracos dos agricultores locais e as oportunidades e desafios enfrentados por eles.

  1. Consulte organizações de agricultores.

Se houver organizações locais de agricultores ou cooperativas que realizem reuniões regulares, você poderá reunir-se com elas e obter informações vitais sobre questões importantes da agricultura local.

  1. Fale com serviços locais de extensão rural.

Dependendo da capacidade dos serviços de extensão locais, esta pode ser uma boa forma de você aprender as necessidades dos agricultores. Alguns agentes de extensão terão bom conhecimento das necessidades reais dos agricultores, enquanto outros simplesmente relatarão as prioridades do Ministério da Agricultura, que podem ser muito diferentes das prioridades dos pequenos agricultores. Considere a possibilidade de falar com os agentes de extensão rural do governo e das ONGs, organizações de agricultores e serviços particulares.

  1. Faça visitas de campo.

Com membros da sua equipe, visite uma ou duas aldeias típicas da sua área de audiência. Tente escolher aldeias com preocupações e questões agrícolas que sejam comuns para a sua audiência mais ampla. Para visitas de campo, é fundamental que você fale a língua local dos agricultores.

Não importa o que você decida fazer na comunidade, é importante que, antes da visita, você marque a reunião de acordo com o padrão de procedimentos da comunidade. Isso pode envolver, por exemplo, reuniões com chefes ou outros líderes comunitários, ou pelo menos a concessão da aprovação da sua reunião por essas autoridades. Seguindo cuidadosamente esses costumes, você ganhará o respeito da comunidade, o que facilitará o seu trabalho.

Aqui estão algumas ideias para a reunião com a comunidade:

  • Uma “reunião sob a sombra de uma árvore”, simples e informal.
  • Discussões anuais, quadrimestrais, mensais ou mais frequentes e registros regulares das discussões na aldeia.
  • Encontro na prefeitura, recepções ou reuniões com o chefe (este tipo de reunião é conhecido por nomes diferentes em diferentes países e culturas).

Estas reuniões poderão ter uma ampla agenda previamente definida. Os agricultores poderão, por exemplo, vir prontos para falar sobre as suas necessidades agrícolas mais importantes, suas preocupações mais importantes sobre as condições de vida, o tipo de informações que eles mais gostariam de ouvir nas ondas do rádio, quais são os seus maiores desafios na agricultura ou como a emissora de rádio pode melhor servir a comunidade. Quando você entrar em contato com a comunidade para organizar a reunião, discuta qual será o objetivo da reunião.

Cientistas sociais frequentemente desenvolvem um questionário estruturado para coletar informações. Você poderá tentar isso, especialmente se conhecer bem a sua comunidade e tiver algum treinamento nesse tipo de pesquisa. Vide as três atividades de pesquisa adicionais abaixo para orientações mais específicas sobre métodos que empregam uma abordagem mais estruturada.

Seja com um questionário estruturado ou com abordagem mais ampla e menos formal, é útil analisar as suas conversas em termos dos pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e desafios que foram indicados. Uma abordagem mais estruturada frequentemente formula questões específicas sobre os pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e desafios ou ameaças. Estas perguntas são projetadas para obter informações sobre:

Os pontos fortes dos agricultores que contribuem para o seu sucesso agrícola. Por exemplo:

  • seu conhecimento do solo, sementes e produtos;
  • suas técnicas agrícolas;
  • o mercado dos seus produtos;
  • as ferramentas que eles possuem; e
  • a mão de obra a que eles têm acesso (talvez seus filhos mais velhos e outros parentes).

Os pontos fracos que evitam que os agricultores realizem todo o seu potencial. Por exemplo:

  • falta de acesso à terra, sementes, água e outros insumos;
  • falta de conhecimento para agricultura eficiente;
  • falta de mercados para os seus produtos;
  • falta de mão-de-obra suficiente nas principais épocas do ano;
  • solo pobre, sementes de baixa qualidade ou produtos suscetíveis a doenças e pragas;
  • seca, infestações de pragas, enchentes e estações chuvosas imprevisíveis; e
  • pouca saúde, lesões ou outras situações que os impedem de trabalhar.

As oportunidades que os homens e mulheres agricultoras possuem para melhorar as suas condições de vida. Por exemplo:

  • novos produtos e mercados;
  • novas formas de aumentar a fertilidade do solo e a produção; e
  • novas formas de armazenar produtos e protegê-los.

Os desafios ou ameaças enfrentados pelos agricultores. Por exemplo:

  • mudanças climáticas;
  • instabilidade política;
  • queda dos preços ou demanda de mercado; e
  • falta de insumos como sementes ou fertilizantes.

Você poderá usar as informações que receber nas visitas de campo para ajudar a melhorar o seu programa agrícola.

Visita a fazendas: Quando estiver na comunidade, você poderá querer visitar uma fazenda individual e pedir ao agricultor que a mostre para você. É uma boa ideia realizar essa visita à fazenda antes de reunir-se com a comunidade. Pergunte ao(à) agricultor(a) qual é o calendário agrícola – quais produtos ele(a) cultiva em diferentes épocas do ano. Faça perguntas sobre o que você vir e como costumavam ser as coisas, ou o que o agricultor está planejando mudar no futuro.

Três outras atividades de pesquisa:

Para aqueles com mais experiência e/ou treinamento em pesquisas de audiência e contato mais regular com as comunidades de ouvintes, aqui estão três exercícios mais estruturados que você pode realizar durante as visitas de campo para ajudar você a reunir informações:

  1. Reúna um grupo de agricultores para uma “discussão em grupo”. O que é uma discussão em grupo? É simplesmente um grupo de pessoas orientado por um facilitador que fala livremente sobre questões específicas. Os grupos de discussão frequentemente solicitam às pessoas que respondam a questões específicas, embora as questões possam ser muito amplas ou mais restritas e específicas.

Esforce-se para ter pelo menos um grupo de discussão com mulheres agricultoras, outro com homens agricultores e, se possível, um com jovens agricultores. Você poderá também reunir-se com agricultores mais idosos. Prepare-se para essas discussões formulando algumas questões chave. Após cada questão chave, faça as perguntas seguintes com base nas respostas dos participantes. Assegure a todos do grupo a oportunidade de falar. Peça a um dos membros da sua equipe que tome notas detalhadas e faça uma gravação de áudio da discussão, para que você possa concentrar-se em fazer boas perguntas e ouvir cuidadosamente as respostas.

Aqui estão alguns exemplos de perguntas que podem ajudar a dar início às suas discussões e orientá-las. Lembre-se de que é fundamental descobrir por quê os agricultores responderam daquela forma. Mas aqui está uma dica: não use a expressão “por que” ao dar início à discussão. O seu trabalho é descobrir por quê. Descobrir ajudará você a compreender a situação deles.

Pergunta (sobre os pontos fortes): O que está funcionando bem para você na agricultura no momento? Por favor, descreva como está indo bem; por favor, dê mais alguns detalhes; ou por favor, explique (estes pedidos por mais detalhes podem ser empregados em perguntas seguintes sobre pontos fortes, pontos fracos, oportunidades ou desafios/ameaças).

Dependendo da resposta, as questões seguintes poderão incluir:

  • Qual produto está tendo mais sucesso?
  • Qual é a sua especialidade como agricultor?
  • Quais insumos e equpamentos você tem para ajudar na sua plantação?
  • Quem está disponível para ajudá-lo com mão-de-obra para a sua fazenda?

Pergunta (sobre pontos fracos): O que não está funcionando atualmente na sua agricultura? Por favor, explique.

As questões seguintes poderão incluir:

  • Quais produtos estão causando problemas? Como?
  • Quais insumos são difíceis de encontrar?
  • Existe alguma informação ou conhecimento que esteja faltando?

Pergunta (sobre oportunidades): Existem coisas que poderão acontecer no futuro para ajudar você na agricultura? Por favor, explique.

As questões seguintes poderão incluir:

  • Existem novos serviços/subsídios/políticas do governo que poderiam ajudá-lo?
  • Existem novos projetos das ONGs que poderiam ajudá-lo?
  • Existem novas oportunidades comerciais que poderiam ajudá-lo?

Pergunta (sobre desafios ou ameaças): Existe algo que poderá acontecer no futuro e poderá prejudicar o seu trabalho como agricultor?

Dependendo da resposta, as questões seguintes poderão incluir:

  • Você está preocupado com perda de terra no futuro?
  • Você está preocupado com as mudanças climáticas?

Também é importante descobrir como os agricultores interagem com a cadeia de valor dos produtos que eles vendem. “Cadeia de valor” na agricultura é definida como as pessoas e atividades que trazem um produto agrícola básico como milho, legumes ou algodão da produção no campo até o consumidor, por meio de estágios como processamento, embalagem e distribuição.

Pergunta (sobre cadeia de valores): Pergunte aos agricultores se eles vendem todos ou apenas uma parte dos seus produtos.

As questões seguintes poderão incluir:

  • Onde eles os vendem? Para quem?
  • Eles são parte de uma cooperativa de agricultores?
  • Eles estão satisfeitos com os preços que recebem?
  • Eles processam alguns dos seus produtos no campo? Por meio da cooperativa?
  • Eles ou a sua cooperativa vendem produtos processados? Para varejistas? Para fabricantes?
  • E sobre insumos? Onde eles compram os insumos? Eles estão satisfeitos com os preços que pagam?
  • Eles estão satisfeitos com a sua interação com a cadeia de valor? Eles acham que estão sendo tratados com justiça?
  1. Conversa em caminhada. A conversa em caminhada é simplesmente uma conversa entre você e vários agricultores locais, que acontece enquanto você anda de um lado da comunidade para o outro. Peça aos agricultores que escolham um caminho com a maior diversidade em termos de cenários e agricultura. O seu trabalho é observar, ouvir e fazer perguntas sobre o que você vê e a região pela qual está passando.

Peça aos agricultores para indicarem qualquer coisa de interesse, incluindo, mas sem limitações:

  • os produtos que eles cultivam;
  • características do cenário que os ajudam ou tornam o cultivo mais difícil (por exemplo, colinas que poderão aumentar a erosão do solo, rios que podem ser usados para irrigação); e
  • áreas comuns e áreas protegidas.

Faça muitas perguntas. Você poderá perguntar, por exemplo:

  • se homens ou mulheres cultivam um produto específico;
  • quem é o dono da terra;
  • quais membros da família e membros da comunidade tomam decisões sobre agricultura;
  • quem controla os recursos (homens ou mulheres; jovens, idosos ou pessoas de meia idade; qual grupo étnico ou cultural; os mais pobres ou os mais bem de vida); e
  • como ocorre a rotação de safras.

Leve alguém com você para tomar notas sobre o que for observado e discutido.

  1. Exercício de “avaliação”. Peça a um grupo de 8-10 agricultores que ajude a gerar uma lista dos tipos de informação que os ajudariam como agricultores. A lista poderá incluir:
  • preços de mercado locais e regionais;
  • previsões do tempo local;
  • informações sobre sementes;
  • informações sobre a melhoria da fertilidade do solo;
  • informações sobre o processamento e armazenagem de produtos colhidos; e
  • informações sobre preferências de mercado.

Tente agrupar a lista em quatro a seis tipos de informações. Depois peça ao grupo que trabalhe em conjunto para classificar a lista dos mais importantes para os menos importantes. Com os agricultores, escolha objetos físicos para representar os diferentes tipos de informação. Depois dê aos agricultores vinte pedras e peça que eles decidam em conjunto qual é o tipo de informação mais importante e qual é o menos importante. Eles podem fazer isso colocando mais pedras perto do tipo de informação que consideram mais importante e menos pedras perto dos outros tipos.

Dê ao grupo bastante tempo para tomar sua decisão. Os agricultores podem mover as pedras várias vezes de um tipo de informação para outro antes de chegarem a um resultado final. Ouça cuidadosamente e tome notas da discussão dos agricultores enquanto eles decidem qual tipo de informação é o mais importante. Ouvindo, você aprenderá por quê um tipo de informação é mais importante do que outro.

O quadro abaixo é um exemplo de como os agricultores poderão avaliar quatro tipos diferentes de informação.

Tipo de informação Itens selecionados pelos agricultores para representar o tipo de informação Número de pedras
Preços no mercado local moedas 8
Informações sobre a melhoria do solo. pedaços de metal 5
Informações sobre sementes bastões 4
Previsões do tempo local baldes 3

Parte II:  Como conhecer a sua audiência

A segunda parte deste documento informativo fornece algumas ideias sobre como determinar as características (tamanho da fazenda, tamanho da família, principais produtos e preferências de escuta) da sua audiência alvo.

Ter essa informação ajudará você a definir a sua audiência alvo. Aqui estão algumas possíveis audiências alvo de programas agrícolas: homens agricultores, mulheres agricultoras, produtores de café, pequenos agricultores, agricultores orgânicos, jovens agricultores, agricultores comerciais, pessoas entre 14 e 25 anos de idade, estudantes secundaristas, pessoas que não completaram a escola primária… as possibilidades são infinitas.

A audiência a que se dirigirá o seu programa dependerá da composição das comunidades rurais e dos tipos de agricultura praticados na faixa de alcance da sua emissora de rádio. Você pode tentar conseguir uma ideia disso quando visitar e interagir com as suas comunidades de ouvintes.

Relacionamos abaixo dois grupos de perguntas que ajudarão você a definir quem é a sua audiência. É improvável que você possa encontrar respostas precisas para essas questões; é improvável que informações estatísticas precisas sejam disponíveis. Assim, você precisará fazer suas próprias consultas e suas melhores estimativas.

Você pode não conseguir informações sobre todas as perguntas aqui relacionadas. Não se preocupe; o que vale é pensar sobre questões como estas e tentar conseguir o máximo de respostas significativas possível.

Informações demográficas (informações sobre as pessoas e o que elas fazem):

  • Qual proporção (por exemplo, um quarto, metade, três quartos, 95%) dos adultos na sua área de audiência depende da produção de safras para suas condições de vida, no todo ou em parte?
  • Qual é o tamanho médio das fazendas?
  • Quantas pessoas há em média na família dos agricultores?
  • Qual proporção dos agricultores é de pequena escala?
  • Qual proporção é de agricultores comerciais ou de grande escala?
  • Qual é a renda média das famílias de agricultores?
  • Existe uma estação fraca ou época de fome na sua região? Se houver, quando?
  • Como as famílias se mantêm durante a época de fome?
  • As famílias rurais têm acesso a bons serviços de extensão rural?
  • Qual proporção de famílias rurais é de agricultores de subsistência que não vendem produtos no mercado?
  • Qual proporção de famílias rurais depende de mercados para obter renda?
  • Qual proporção de famílias rurais detém outras fontes de renda, além das suas atividades agrícolas?
  • Quais são os principais produtos cultivados na sua região?
  • O que as mulheres agricultoras fazem de diferente dos homens?
  • Qual proporção de jovens atua na agricultura?
  • Qual proporção dos homens rurais sabe ler e escrever?
  • Qual proporção das mulheres rurais sabe ler e escrever?

Perguntas sobre o acesso ao rádio:

  • Qual proporção de homens agricultores (por exemplo, um quarto, metade, três quartos, 95%) tem acesso a receptores de rádio nas suas residências?
  • Qual proporção de mulheres agricultoras tem acesso a receptores de rádio nas suas residências?
  • A sua emissora de rádio pode ser ouvida por todas as pessoas dentro do alcance do seu transmissor?
  • Qual proporção de homens agricultores ouve programas de rádio em grupos?
  • Qual proporção de mulheres agricultoras ouve programas de rádio em grupos?
  • Quais são os programas de rádio favoritos dos homens agricultores?
  • Quais são os programas de rádio favoritos das mulheres agricultoras?
  • Quais são os programas de rádio favoritos dos jovens agricultores?
  • Quais são os programas de rádio favoritos dos agricultores mais idosos?
  • Explique por quê esses programas são populares.
  • Os homens agricultores conseguem informações agrícolas pelo rádio? Em caso afirmativo, em quais emissoras e em quais programas?
  • As mulheres agricultoras conseguem informações agrícolas pelo rádio? Em caso afirmativo, em quais emissoras e em quais programas?
  • Em quais horários as famílias preferem ouvir rádio para conseguir informações agrícolas?
  • Em quais horários os homens agricultores preferem ouvir rádio para conseguir informações agrícolas?
  • Em quais horários as mulheres agricultoras preferem ouvir rádio para conseguir informações agrícolas?

Você provavelmente poderá pensar em muitas outras questões como estas. As respostas a essas perguntas deverão ajudar você a melhor definir a audiência alvo para o seu programa agrícola.

Lembre-se de ser específico ao definir a sua audiência. A sua audiência desejada provavelmente não deverá ser “todos os agricultores, homens e mulheres, com dez a oitenta anos de idade e fazendas de meio a cem hectares de terra”. As necessidades e as práticas agrícolas desse grupo muito grande e diverso também serão muito diferentes, bem como suas preferências por estilo de programa. Entretanto, muitos pequenos agricultores em uma região específica terão questões importantes em comum. O seu programa agrícola deverá falar a maior parte do tempo sobre essas questões comuns, criando também programas que cubram temas que podem ser úteis apenas para um subconjunto da comunidade de agricultores.

Pode ocorrer que a maioria das mulheres prefira ouvir o programa agrícola no momento da preparação do jantar, pois é a hora em que elas controlam o rádio, enquanto os homens estão fora relaxando nessa hora do dia. Neste caso, não é uma boa ideia produzir um programa dirigido aos dois grupos, a menos que você possa programar transmissões repetidas para cobrir o horário preferido de escuta de mais de um grupo.

Conclusão: Lembre-se de que a pesquisa de audiência é um processo contínuo. A sua audiência mudará ao longo do tempo e, com ela, a demanda dos ouvintes por certos tipos de informação. Por isso, é vital estabelecer um relacionamento relaxado e respeitoso. Você não está na comunidade apenas para extrair informações. Lembre-se de que a sua função é de servir à sua comunidade de ouvintes!


Créditos:

Contribuição de Vijay Cuddeford, Editor Gerente, Rádio Rural Internacional, com base em documentos de Doug Ward, Presidente, Rádio Rural Internacional, Blythe McKay, Gerente, Recursos para Emissoras, Rádio Rural Internacional, e David Mowbray, Gerente, Treinamento e Padrões, Rádio Rural Internacional.

Revisão: Doug Ward, Presidente, Rádio Rural Internacional.

 Projeto realizado com apoio financeiro do Governo do Canadá, fornecido por meio da Agência Canadense para o Desenvolvimento Internacional (CIDA).

Fontes de informação:

Search for Common Ground, sem data. Target Audiences for Peacebuilding Radio: A Training Guide. http://radiopeaceafrica.org/assets/texts/pdf/201010TargetAudience_EN_color.pdf

Graham Mytton, 1999. Handbook on Radio and Television Audience Research. http://www.cba.org.uk/wp-content/uploads/2012/04/audience_research.pdf

Instituto Sol Plaatje para Liderança nos Meios de Comunicação, 2009. Formative Target Audience Research: A Case Study of Five Community Radio Stations in South Africahttp://spi.ru.ac.za/images/stories/PDFs/publications/Formative_Target_Audience_Research.pdf


A Rádio Rural Internacional (Farm Radio International) é uma organização canadense sem fins lucrativos dedicada a apoiar emissoras de rádio em países em desenvolvimento para fortalecer comunidades rurais e a agricultura em pequena escala.

Segundo a organização, o material da Rádio Rural Internacional pode ser copiado ou adaptado para distribuição gratuita ou a preço de custo, com crédito para a Rádio Rural Internacional e para as fontes originais.

Esta versão em português é um trabalho voluntário, independente da organização e oferecido gratuitamente para as emissoras de rádio dos países de língua portuguesa. O texto foi traduzido para o português do Brasil, mas pode ser adaptado com facilidade para o português falado em outras partes do mundo (para dúvidas sobre os termos empregados, utilize o formulário de contato em https://radioruralportugues.wordpress.com/creditos-e-contato/).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s