Vamos preservar nossas frutas e legumes!

Material produzido pela Rádio Rural Internacional em 1° de agosto de 2007, como parte do pacote de informações n° 81.

Original em inglês disponível em: http://www.farmradio.org/radio-resource-packs/package-81/lets-preserve-our-fruit-and-vegetables/.


Observações para as emissoras:

A inclusão de frutas e legumes na nossa alimentação diária é de importância vital. Frutas e legumes contêm muitos tipos de vitaminas, sais minerais, fontes de energia, antioxidantes e fibras. Por isso, não podemos desprezá-los se quisermos manter alimentação equilibrada e manter a saúde. Mesmo assim, este conselho nem sempre é seguido. Muitas frutas locais não são disponíveis o ano todo porque elas são colhidas no início ou no final da estação chuvosa. Podemos evitar esse desequilíbrio alimentar de duas formas: primeiro, usando métodos tradicionais de conservação desses alimentos locais, que podem então ser consumidos na estação seca. Folhas que são conservadas podem durar um ano, enquanto as frutas podem durar até dois anos. Frutas e legumes bem conservados possuem o mesmo teor nutricional de frutas e legumes frescos. E, em segundo lugar, cultivando uma variedade mais ampla de espécies que produzem fora da estação.

Diferentes regiões e diferentes países podem possuir diferentes métodos de preservação, modernos ou tradicionais, e podem preservar alimentos diferentes. Descubra quais tipos de alimentos e quais métodos de preservação são utilizados na sua área de audiência.

Boa saúde e boa nutrição são de importância vital. Quem sabe? A difusão de métodos eficazes de preservação de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais pode ajudar a salvar vidas.


Roteiro:

Apresentador: O programa de hoje explica como usar métodos tradicionais para conservar certas frutas e legumes locais. Tamarindo e rosélia, também chamada de vinagreira, serão o foco do nosso programa. Vamos começar com o tamarindo. O tamarindo é uma fruta que contém uma polpa açucarada marrom que é pegajosa e tem sabor um pouco azedo. Ele é chamado de pouga na língua moba. O tamarindo também é uma árvore medicinal cujos frutos são empregados para tratar doenças como abscessos nas mamas das mulheres, vômitos e cortes. Ele pode também ser utilizado para vermifugação dos intestinos, limpeza intestinal e auxílio na digestão.

Para descobrir mais, vamos ouvir Tani, vendedora de frutos secos de tamarindo, enquanto ela fala com uma de suas clientes em um pequeno mercado local no norte de Togo. Tani começa falando sobre os métodos tradicionais de conservação de tamarindo.

Sobem sons de mercado – vozes, risos, sons de aves e outros animais domésticos. Caem sob a conversa e permanecem em volume baixo.

Tani: Um pouco de tamarindo, minha filha?

Cliente: Bom dia, Mama Tani.

Tani: Bom dia, minha filha.

Cliente: Esses pougas (substituir pelo termo local) estão bonitos! (desapontada) É tudo o que sobrou?

Tani: Sim. Você chegou um pouco tarde hoje…

Cliente: É verdade. Parei no caminho para conversar com uma amiga. Mas, você sabe, os pougas hoje estão mais bonitos que de costume.

Tani: (sorrindo) Querida, eu nunca vendo tamarindos ruins. O que você está vendo aqui foi conservado quase um ano e meio atrás.

Cliente: (surpresa) Sério?!

Tani: (caindo na gargalhada) Não fique surpresa, eles estão bem conservados, só isso.

Cliente: Você está brincando?

Tani: (em tom mais sério) Não! Minha querida, esta é uma antiga tradição da nossa família. Minha avó, minha mãe e eu colhemos tamarindos toda estação.

Cliente: Então a sra. aprendeu a fazer isso com a sua avó e a sua mãe?

Tani: Isso mesmo.

Cliente: Interessante! (Pausa) Mama Tani, nossas vidas foram diferentes. Minha mãe morreu quando eu tinha dez anos. Meu pai me encarregou de cuidar das ovelhas. Todas as manhãs, eu levava as ovelhas para pastar e voltava tarde da noite. Minha madrasta me criou. Aos 16 anos, o meu pai me deu em casamento. Eu não sabia quase nada sobre a conservação de frutas.

Tani: (em tom compassivo) Você gostaria de aprender a conservar tamarindos e outras frutas e legumes?

Cliente: Claro que gostaria!

Tani: Não é difícil, eu posso mostrar. O mais importante é ter boa memória.

Cliente: Estou ouvindo.

Tani: Primeiro, você precisa colher muitos frutos de tamarindo maduros e descascá-los.

Cliente: Se eu tiver muitas frutas, como posso retirar bem as cascas e com rapidez?

Tani: Esta é uma boa pergunta. Primeiro escolhemos uma superfície limpa; depois espalhamos todas as frutas sobre a superfície. Em seguida, usamos um pequeno bastão ou pedra para quebrar levemente os frutos, um a um. Precisamos ter cuidado para não quebrá-los se quisermos ter pougas bonitos como estes que você vê aqui.

Cliente: E o que fazemos depois de abrir as frutas?

Tani: Nós limpamos os tamarindos para separar as cascas e outros resíduos. Depois secamos as frutas por dois a três dias. Depois de secar, colocamos as frutas em uma bacia grande com um pouco de água e agitamos o conteúdo, pois as frutas são pegajosas, para facilitar a sua modelagem em bolas. Se adicionarmos água demais, a operação será ineficiente.

Cliente: Por que devemos preservar só as frutas bem maduras? E por que precisamos moldá-las em bolas?

Tani: Respondendo à sua primeira pergunta, precisamos pegar tamarindos bem maduros por duas razões: em primeiro lugar, as cascas de tamarindo contêm uma polpa marrom que é açucarada, pegajosa e tem sabor azedo quando ele está maduro, mas sua qualidade é inferior quando está verde. A segunda razão é porque os gorgulhos atacam facilmente o tamarindo verde. A resposta para a sua segunda pergunta é simples. Os frutos de tamarindo são moldados em bolas para que fiquem bonitos e assim podermos cobrar preços diferentes para bolas grandes e pequenas.

Intervalo musical curto

Cliente: Bem, já abrimos suavemente os frutos, separamos os frutos dos resíduos, secamos, lavamos e agitamos para poder moldá-los em bolas com facilidade. É só isso?

Tani: Não. A propósito, querida, você pode fazer qualquer formato que quiser, não apenas bolas. (Pausa) A próxima etapa é secar as bolas para evitar mofo. Isso exige muita atenção! As bolas de tamarindos precisam de ar e de sol. Se você guardar em um recipiente fechado, elas ficarão pegajosas e estragarão rapidamente. Por isso precisamos conservá-las em algum lugar bem aerado. O tamarindo pode durar até dois anos sem estragar se a conservação for bem feita. Para isso, o melhor é guardá-los em prateleiras de placas de madeira ou argila, como os agricultores fazem no campo, ou mesmo em recipientes que não sejam herméticos.

Cliente: Obrigada, Mama Tani. Tenho mais uma pergunta – posso incomodar a sra.?

Tani: Claro que sim. Vá em frente, pergunte!

Cliente: O tamarindo é usado para fins medicinais?

Tani: Sim, claro! A polpa é usada em bebidas ácidas e refrescantes ricas em vitamina C. Ele é um bom fortificante. É uma fruta usada para muitos fins. A árvore de tamarindo precisa ser protegida, porque ela tem muitos benefícios.

Cliente: Obrigada, Mama Tani.

Tani: De nada, querida.

Intervalo musical

Tani: Agora vou deixar o tamarindo de lado e falar sobre a rosélia ou vinagreira, também conhecida como gouante em Moba. A rosélia é um vegetal colhido pelas suas folhas e sementes. O seu suco e as suas folhas são nutritivas e muito apreciadas. É o vegetal doméstico mais popular nas residências africanas. Para conservar as folhas, nós as colhemos quando são jovens e as secamos. Os cálices são colhidos quando estão muito maduros. Os cálices e as sementes são separados e secos separadamente. Depois de secarem, eles são armazenados separadamente em recipientes bem vedados. Existe um bom mercado para as sementes porque elas ajudam a produzir mostarda tradicional. As folhas são vendidas e usadas nas residências durante a estação seca. Os cálices, chamados de gonyonna em moba, são facilmente vendidos e são boas fontes de renda para muitas residências, particularmente a rosela com cálice vermelho que é empregada para preparar bebidas ácidas e açucaradas muito refrescantes.

Tani: Mais uma coisa: secar frutas e legumes é a principal forma de conservar frutas e legumes na África, com algumas exceções como o tamarindo. É isso, querida.  Até logo e cuide-se!

Cliente: Obrigada, Mama Tani, até logo!


Créditos:

Contribuição de Fati Labdiedo, diretor, Rádio Mecap, Dapaong, Togo.

Revisão: Dr. Tony Simons, Tom Vandenbosch e George Obanyi (ICRAF); e Patrick Maundu, Bioversity International.

Fontes de informação:

Arbres, arbustes et lianes des zones seches d’Afrique de l’Ouest, segunda edição, 2002, de Michel Arbonnier. Paris, Centro de Cooperação Internacional em Pesquisas Agronômicas para o Desenvolvimento (CIRAD), 42, rue Scheffer, 75116 Paris, França. Fone: 33 (0)1 53 70 20 00. Fax: 33 (0)1 47 55 15 30.

Entrevista: Mama Tani, vendedora de frutas e legumes em um pequeno mercado no norte de Togo denominado Korbongou.


A Rádio Rural Internacional (Farm Radio International) é uma organização canadense sem fins lucrativos dedicada a apoiar emissoras de rádio em países em desenvolvimento para fortalecer comunidades rurais e a agricultura em pequena escala.

Segundo a organização, o material da Rádio Rural Internacional pode ser copiado ou adaptado para distribuição gratuita ou a preço de custo, com crédito para a Rádio Rural Internacional e para as fontes originais.

Esta versão em português é um trabalho voluntário, independente da organização e oferecido gratuitamente para as emissoras de rádio dos países de língua portuguesa. O texto foi traduzido para o português do Brasil, mas pode ser adaptado com facilidade para o português falado em outras partes do mundo (para dúvidas sobre os termos empregados, utilize o formulário de contato em https://radioruralportugues.wordpress.com/creditos-e-contato/).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s