Agricultores podem ganhar dinheiro produzindo composto

Material produzido pela Rádio Rural Internacional em 1° de maio de 2007, como parte do pacote de informações n° 80.

Original em inglês disponível em: http://www.farmradio.org/radio-resource-packs/package-80/farmers-can-earn-income-producing-compost/.


Observações para as emissoras:

Existe muita preocupação entre os pequenos agricultores sobre a queda da fertilidade do solo em terras aráveis na África subsaariana. Essa redução deve-se, em parte, ao aumento da intensidade da produção agrícola, pois muitos pequenos agricultores tentam lidar com menos de um acre de terra, e, em parte, ao uso limitado de fertilizantes orgânicos e inorgânicos. O cultivo contínuo da terra esgota os nutrientes do solo, gera redução da matéria orgânica e prejudica a qualidade do solo, tudo gerando queda da produção.

Muitos produtores agrícolas na África subsaariana compostam matéria orgânica na fazenda para manter a produtividade do solo. Muitos tipos de resíduos agrícolas contêm material orgânico suficiente para a compostagem. O material de compostagem inclui resíduos sólidos, restos de alimentos, subprodutos industriais, chorume, resíduos agrícolas e lixo doméstico. Para alguns desses resíduos, é importante separar a matéria orgânica de material inorgânico como vidro, plástico e metais. Como o componente orgânico dos resíduos é muito variado, sua adição direta ao solo sem compostagem não ajudará muito a produção. A compostagem muda as substâncias orgânicas transformando-as em minerais e compostos mais complexos que podem ser facilmente absorvidos pelas plantas.

O composto possui muitos benefícios econômicos para o agricultor. Sua produção, por exemplo, é barata, ele pode ser elaborado com materiais disponíveis localmente, aumenta a fertilidade do solo, é favorável para o meio ambiente, não exige muitos conhecimentos nem tecnologia, pode ser comprado a baixo custo e amplifica a produção de alimentos. Além disso, como mostra este roteiro, a produção de composto para venda pode gerar boa renda para os pequenos agricultores, especialmente se eles trabalharem em conjunto.


Roteiro:

Personagens:

  • Apresentador.
  • Romano Afwande: pequeno agricultor que trabalha com a ARDAP em um projeto de compostagem.
  • Boniface Omondi: agente de extensão de projetos da ARDAP.

Apresentador: Bom dia, ouvinte! O programa de hoje é especificamente dedicado aos pequenos agricultores. Vamos falar sobre os benefícios econômicos da produção e do uso de composto orgânico. O nosso programa é baseado nas recomendações e experiências dos agricultores quenianos com uma organização beneficente local denominada Programa Agrícola para o Desenvolvimento Rural Apropriado – ARDAP. A ARDAP é uma organização do oeste do Quênia que promove a segurança alimentar e diversas outras questões importantes. Vamos ouvir uma discussão aberta entre um agricultor chamado Romano Afwande e um agente de extensão rural chamado Boniface Omondi. O agricultor fornece um ponto de vista prático sobre o trabalho com composto, enquanto o agente de extensão rural compartilha conosco alguns dos aspectos técnicos do tema. Vamos ouvir.

Vinheta de abertura sobe e desce

Romano Afwande: Bom dia (boa tarde/boa noite). Sou Romano Afwande, pequeno agricultor e trabalho em um projeto de compostagem no oeste do Quênia.

Boniface Omondi: E eu sou Boniface Omondi, agente de extensão rural de uma organização chamada ARDAP. Estamos conduzindo um projeto de compostagem com um grupo de pequenos agricultores no oeste do Quênia. Estamos aqui hoje para falar com você sobre os benefícios do composto, especialmente os benefícios da produção e venda de composto.

Romano Afwande: Até onde eu sei, os compostos orgânicos são um tipo de fertilizante que é produzido na fazenda e possui contaminação muito pequena com produtos químicos.

Boniface Omondi: Isso mesmo. Existem vários tipos de fertilizantes orgânicos. Existem compostos, mas há também outros tipos de fertilizantes orgânicos, incluindo esterco líquido ou em infusão, pousios aprimorados e composto verde.

Romano Afwande: E há muitas formas de fazer composto. Você pode fazer composto em uma pilha ou monte de composto ou pode fazer composto em um cesto ou balde. Você pode também adicionar fontes inorgânicas de nutrientes vegetais ao composto durante a sua produção. Isso fortalece ou fortifica o composto final. Quando as pessoas perguntam os benefícios do uso de compostos orgânicos, eu conto as mudanças que aconteceram na minha fazenda. No último ano, participei de um projeto de compostagem. A parte da minha fazenda onde usei o composto melhorou em termos de textura e estrutura do solo. Isso significa que o solo é capaz de reter água por mais tempo. Isso também quer dizer que as raízes penetram mais fundo no solo. Isso aumenta minha produção e a resistência da minha safra. Plantas com raízes mais fundas podem suportar melhor períodos secos.

Boniface Omondi: A ARDAP opera um programa de alcance comunitário no oeste do Quênia no qual os agricultores se reúnem para preparar grandes quantidades de composto e usar compostos orgânicos e processos de compostagem nas suas fazendas. A produção de composto para venda pode gerar boa renda. O agricultor pode aumentar a sua produção de composto e vender o composto que não é necessário na fazenda para outros agricultores. Na nossa região, existem dez residências de agricultores que formaram um grupo para produzir composto para venda. Eles produzem 80 toneladas por ano. Cinquenta toneladas são vendidas e 30 toneladas são aplicadas nas fazendas dos membros.

Romano Afwande: A produção de composto também é um bom trabalho para os jovens. É um trabalho intensivo, o que significa que é necessário muito trabalho para criar composto! Para os jovens nas residências menores, é uma boa fonte alternativa de emprego.

Boniface Omondi: Para tirar o máximo de lucro, alguns dos agricultores que estão fazendo composto também estão cultivando produtos hortícolas de alto valor e estação curta, como tomates, pimentão doce e vegetais nativos. Esses produtos precisam de alta fertilidade. Eles têm grandes benefícios com a incorporação de composto em canteiros de cultivo.

Romano Afwande: Você pode fortalecer compostos orgânicos adicionando matéria-prima com muitos nutrientes ao composto. Alguns exemplos desses aditivos com alto teor de nuriente são fosfato rochoso, micro-organismos eficientes e calda de biogás.

Boniface Omondi: Muito embora o mercado de composto orgânico não seja tão bem estabelecido quanto o mercado de fertilizantes sintéticos, os produtores de composto estão começando a sair-se bem. Aqui no oeste do Quênia, os agricultores que produzem composto vendem para uma rede de compradores que inclui produtores de vegetais, donos de estufas, donos de plantações medicinais e produtores de safras hortícolas. Muitos dos compradores são produtores que preparam e vendem mudas.

Apresentador: Eu gostaria de agradecer aos nossos dois convidados de hoje por compartilharem conosco tantas informações. Foi interessante tê-los no estúdio. Espero que você, ouvinte, tenha aprendido os benefícios de ser um pequeno produtor de composto. Com isso, chegamos ao final do nosso programa. Obrigado aos nossos dois convidados. Esperamos que vocês retornem aos nossos estúdios em breve.

Romano Afwande e Boniface Omondi: (em coro) Obrigado!

Apresentador: Até logo.

Vinheta de encerramento


Créditos:

Contribuição de Macdonald Wesonga e Justus Makhulo, da ARDAP Quênia.

Revisão: Anthony Anyia, Fisiologista Pesquisador Vegetal, Conselho de Pesquisa de Alberta, Canadá.

Fontes de informação:

Canon E. N. Savala, Musa N. Omare e Paul L. Woomer, editores, 2003, Organic Resource Management in Kenya: Perspectives and Guidelines. Fórum de Administração de Recursos Orgânicos e Tecnologias Agrícolas (FORMAT), P. O. Box 79, Village Market 00621, Nairóbi, Quênia. Fone +254-20-6752866; email: format@wananchi.com, website: www.formatkenya.org.

Disponível online em http://www.formatkenya.org/ormbook/Chapters/TOC.htm.


A Rádio Rural Internacional (Farm Radio International) é uma organização canadense sem fins lucrativos dedicada a apoiar emissoras de rádio em países em desenvolvimento para fortalecer comunidades rurais e a agricultura em pequena escala.

Segundo a organização, o material da Rádio Rural Internacional pode ser copiado ou adaptado para distribuição gratuita ou a preço de custo, com crédito para a Rádio Rural Internacional e para as fontes originais.

Esta versão em português é um trabalho voluntário, independente da organização e oferecido gratuitamente para as emissoras de rádio dos países de língua portuguesa. O texto foi traduzido para o português do Brasil, mas pode ser adaptado com facilidade para o português falado em outras partes do mundo (para dúvidas sobre os termos empregados, utilize o formulário de contato em https://radioruralportugues.wordpress.com/creditos-e-contato/).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s