Formas simples de aumentar a produção de vegetais

Material produzido pela Rádio Rural Internacional em 1º de janeiro de 1985, como parte do pacote de informações n° 9.

Original em inglês disponível em: http://www.farmradio.org/radio-resource-packs/package-9/some-simple-ways-to-boost-vegetable-production/.


 

Observações para as emissoras:

Informações sobre este tema foram solicitadas pelos participantes da Rádio Rural Internacional na Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Filipinas, Guatemala, Honduras, Máli, Peru, República Dominicana, Uganda e Venezuela.

Este é o primeiro material da Rádio Rural Internacional totalmente preparado a partir de notas e material gravado enviados por um participante da rede. Esperamos que ele incentive mais participantes a enviar informações de forma similar para uso em pacotes de informação futuros da Rádio Rural Internacional.

Se você desejar mais informações sobre os pontos apresentados neste roteiro, entre em contato com o entrevistado, Sr. Sarath Perera. O seu endereço está no final deste roteiro.


Roteiro:

Apresentador: Nós aqui na rádio somos parte de uma rede mundial de informações que reúne dados sobre agricultura de países em desenvolvimento em todo o mundo. É a Rede de Rádios Agrícolas para Países em Desenvolvimento, financiada pela Agência Canadense para o Desenvolvimento Internacional, Massey-Ferguson e a Universidade de Guelph.

Por meio dessa rede, nós trazemos para você informações sobre formas de aumentar o fornecimento de alimento para a sua família ou para venda – formas que outros agricultores utilizaram com sucesso.

No programa de hoje, temos algumas dicas muito práticas que você poderá tentar no seu jardim para aumentar a produção de vegetais como tomates e berinjelas. Aqui está George Atkins.

Atkins: Em todo o mundo existem pessoas que encontraram formas de fazer com que as plantas nos seus jardins produzam mais e melhor. Uma dessas pessoas é Sarath Perera, do Sri Lanka. Hoje vamos conhecer alguns dos seus métodos.

Para começar, ele descobriu que mudas de plantas crescem melhor em um canteiro de mudas se o solo do canteiro tiver algo especial misturado com ele. O que ele mistura no solo são cascas de arroz meio queimadas! Sarah contou aos radialistas do Sri Lanka Hewavitharana e Sriskandarajah o que ele quer dizer com isso.

Perera: Quando você diz “meio queimadas”, não são cascas de arroz totalmente queimadas, não é cinza. Elas devem ter cor marrom, ser meio queimadas, ou levemente queimadas.

Hewavitharana: É como casca de arroz tostada?

Perera: Isso, assim tivemos resultados muito bons.

Atkins: Então como você mistura essas cascas de arroz meio queimadas com solo para o seu canteiro de mudas? Você também mistura alguma outra coisa?

Digamos que você vá misturar dez baldes de mistura de solo para um pequeno canteiro de mudas. Como você faz?

Perera: Você precisa de quatro baldes de solo superior, quatro baldes de composto e dois baldes de cascas de arroz meio queimadas. Isso dá mudas muito boas que crescem muito bem depois do transplante.

Atkins: Então, a mistura de solo de Sarath para o canteiro de mudas onde crescerão mudas de plantas fortes e saudáveis é composto pela mistura de:

  • quatro baldes de solo superior bom;
  • quatro baldes de bom composto; e
  • dois baldes de cascas de arroz meio queimadas.

Agora ele tem uma dica especial de como manipular mudas de tomate jovens na hora do transplante do canteiro de mudas para o seu jardim.

Perera: No momento do transplante, essa planta tem, digamos, cerca de duas a três semanas de idade. Ela ainda é uma planta muito jovem e o caule tem alguns pelos. Se você segurar pelo caule, vai danificar os pelos. Você não pode ver na hora, mas depois o caule pode começar a apodrecer no lugar onde estavam os seus dedos. Por isso, a melhor forma de segurar é pelas folhas. Você pode segurar a planta pelas folhas, mas nunca segure a pequena planta pelo caule.

Atkins: Sarath fez um teste especial de manipulação de mudas de tomate. Em um canteiro, ele plantou mudas sem tocar nos caules e no outro canteiro ele segurou as plantas pelos caules na hora do transplante.

Quando os tomates estavam prontos para a colheita, as plantas que ele havia segurado pelo caule produziram menos tomates bons que as outras que ele havia segurado apenas pelas folhas.

Agora você sabe por quê Sarath diz que nunca segura seus tomateiros jovens pelos caules.

Mas agora, e sobre o lugar onde você vai plantar as suas mudas jovens? Sarath diz que tomates e berinjelas crescem melhor com maior produção se o solo onde você as plantar for solo bom, bem cultivado e profundo.

Perera: Essas plantas possuem sistemas de raízes muito profundos, de forma que o solo precisa ser fértil no topo e também no fundo, para que o sistema de raízes possa crescer direto no solo.

Existem muitas vantagens:

  • primeiro, a irrigação frequentemente não é necessária; e
  • além disso, o sistema de raízes pode absorver todos os nutrientes do solo profundo, o que ajuda no aumento da produção.

Hewavitharana: Sarath, você disse “profundo”. O que você quer dizer com profundo? Qual deverá ser a profundidade desse solo bom?

Perera: Bem, digamos que um tomateiro cresça até 60 centímetros de altura. Isso é o que você vê acima do solo. O sistema de raízes também pode crescer cerca de 60 centímetros para baixo no solo. Então, se o solo profundo for muito duro, essas raízes não podem crescer fundo no solo. Por isso, você precisa soltar muito o solo para que o sistema de raízes possa crescer para baixo no solo, digamos até cerca de 45 a 60 centímetros).

Sriskandarajah: Se alguém plantar uma ou duas plantas ou talvez cinco plantas no jardim e não conseguir arar tão fundo, o que pode ser feito sobre esse sistema de raízes profundas?

Perera: É simples: você pode cavar um buraco profundo, digamos de 45 centímetros por 60 centímetros de profundidade e pode encher o buraco com uma mistura de composto e solo. Só isso. Então você faz o plantio. Assim você terá um sistema de raízes muito bom. Isso pode resultar em produção muito boa.

E não serve só para tomates. Serve também para berinjelas. A berinjela também tem um sistema de raízes muito bom. Assim, quando plantar berinjela, será a mesma coisa. Você terá resultados muito bons plantando as berinjelas em solo muito profundo com composto bem misturado com o solo, para que o sistema de raízes possa desenvolver-se muito fundo no solo.

Atkins: Por fim, quando chegar a hora de colher a sua berinjela, Sarath tem algo a contar sobre aquela haste muito forte que retém o fruto da berinjela sobre o resto da planta. Ele diz que você deve ter cuidado para não tentar colher a fruta puxando a haste. Se você fizer isso, poderá puxar muito forte e as importantes raízes profundas da planta ficarão soltas no solo. Ele diz que isso é ruim.

Perera: E pode dar um choque muito grande para a planta, porque o sistema de raízes pode ser danificado. Por isso, sempre é melhor não puxar da planta, mas sempre usar uma faca, navalha, tesoura, alguma coisa que corte a haste do fruto na hora da colheita. Assim, você não está machucando a planta e pode aumentar a produção.

Atkins: Assim você tem quatro boas dicas de Sarath Perera para aumentar a produção do seu jardim de vegetais.

Muito obrigado aos radialistas Hewavitharana e Sriskandarajah no Sri Lanka por conseguirem esssas informações para nós.

Para Agricultura, a Indústria Básica, sou George Atkins.


Créditos:

Entrevistadores:

Sunil Hewavitharana, Vice-Diretor de Agricultura, Serviços de Radiodifusão Agrícola, Ministério da Agricultura, Caixa Postal 636, Colombo 5, Sri Lanka.

Sris Sriskandarajah, Responsável Agrícola, Serviço de Radiodifusão Agrícola, Ministério da Agricultura, Caixa Postal 636, Colombo 5, Sri Lanka.

Entrevistado: Sarath Perera, Instrutor, Instituto de Treinamento Agrícola, Bandarawela, Sri Lanka.


A Rádio Rural Internacional (Farm Radio International) é uma organização canadense sem fins lucrativos dedicada a apoiar emissoras de rádio em países em desenvolvimento para fortalecer comunidades rurais e a agricultura em pequena escala.

Segundo a organização, o material da Rádio Rural Internacional pode ser copiado ou adaptado para distribuição gratuita ou a preço de custo, com crédito para a Rádio Rural Internacional e para as fontes originais.

Esta versão em português é um trabalho voluntário, independente da organização e oferecido gratuitamente para as emissoras de rádio dos países de língua portuguesa. O texto foi traduzido para o português do Brasil, mas pode ser adaptado com facilidade para o português falado em outras partes do mundo (para dúvidas sobre os termos empregados, utilize o formulário de contato em https://radioruralportugues.wordpress.com/creditos-e-contato/).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s