Agricultura em sacos: colheita ilimitada de vegetais!

Material produzido pela Rádio Rural Internacional em 1º de abril de 2010, como parte do pacote de informações n° 90.

Original em inglês disponível em: http://www.farmradio.org/radio-resource-packs/package-90/sack-farming-unlimited-vegetable-harvest/.


Observações para as emissoras:

Relatórios científicos publicados pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas em 2007 afirmam que o rápido crescimento da população impôs extremas pressões sobre o ambiente natural africano. Globalmente, mais de um bilhão de pessoas passam pelas dificuldades da fome, um número que continua a crescer mesmo entre as riquezas do Século XXI.

Este programa sobre agricultura em sacos fornece um vislumbre de esperança para a administração da segurança alimentar doméstica. Ele apresenta Mike Buseti, um agricultor queniano que descobriu a agricultura em sacos. A agricultura em sacos evita a fome que antes ameaçava sua família.

A agricultura em sacos envolve o plantio de mudas de plantas sobre os lados de sacos sintéticos cheios com terra que são colocados sobre terraços ou a entrada de casa. A agricultura em sacos pode ser praticada em qualquer parte do mundo, pois ela não requer terras aráveis nem água de chuva.

Este roteiro é baseado em uma entrevista real. Você poderá utilizá-lo como inspiração para pesquisar e escrever um roteiro sobre um tema similar na sua região. Ou você poderá decidir produzir este roteiro na sua emissora, utilizando radioatores para representar as pessoas. Se o fizer, não se esqueça de dizer aos seus ouvintes no início do programa que as vozes são de atores e não das pessoas originalmente envolvidas nas entrevistas.


Roteiro:

Apresentadora: Nossas boas vindas a você, sintonizado na nossa emissora. É um prazer para nós ter você como ouvinte. Sou Rosemary Nyaole.

Vinheta sobe e depois desaparece

Apresentadora: Se você tem fome porque não dispõe de terra e água suficiente para cultivar alimentos, hoje temos boas notícias. Vamos falar como você e sua família podem ter uma colheita de legumes ilimitada no conforto da entrada da sua casa. No programa de hoje, vamos conhecer a agricultura em sacos e aprender como colher legumes sem terras aráveis nem água de chuva. A agricultura em sacos envolve o plantio de mudas de plantas sobre os lados de sacos sintéticos cheios com terra que são colocados sobre terraços ou a entrada de casa. Vamos apresentar um agricultur queniano que faz exatamente isso. Fique ligado!

Intervalo musical

Apresentadora: Bem-vindo de volta à nossa conversa sobre agricultura em sacos. Vamos juntos em uma viagem memorável: uma viagem para Nairóbi, a capital do Quênia, conhecida como a cidade do sol. Lá vamos conhecer Mike Buseti, um agricultor urbano. Você poderá estar imaginando por quê Mike decidiu plantar na cidade. Vamos descobrir juntos. Mas primeiro, ouça este radioteatro!

Sobem fortes roncos, tique-taque de relógio, choro de bebê

Jane: (agitada) Mike, levante! Mike, meu marido, não posso continuar assim!

Mike: (para de roncar) O quê? O que foi, querida?

Jane: O bebê. Nosso filho, Mike. Vamos ficar sentados e ver nosso bebê morrer de fome? Diga, Mike.

Bebê chora mais alto

Mike: O quê? … O que foi agora? (pula da cama) Não posso nem dormir um pouco? Por que você não dá de mamar ao seu bebê?

Jane: (sarcástica) Eu ouvi bem, meu querido. Agora ele é meu bebê? (séria) Já há três dias, três dias inteiros, que eu não como direito. Você sabe muito bem o que isso significa para uma mãe. Este bebê esteve sugando a noite inteira. Mas eu não tenho leite…

Mike: Mas… (gaguejando) mas nós perdemos tudo. Não temos comida, nem dinheiro. A terra se foi – ah, minha terra!

Jane: Estou fraca e cansada. Como vamos sobreviver (soluçando)? Nós também poderemos morrer de fome (mais soluços). Mike, querido, se você realmente se importa, vá conseguir comida para nós. (sarcástica) Ou, melhor ainda, sente ali e nos veja morrer de fome.

Mike: (enérgico) Não, eu não posso! (com raiva) Eu não consigo suportar todos esses problemas.

Passos rápidos, porta se abre e fecha em seguida

Intervalo musical

Mike: (falando consigo mesmo) Minha família tinha comida suficiente antes da violência surgir nos campos. Tivemos que nos mudar para a cidade e agora estamos enfrentando a fome. Não há terras aráveis, não há água de chuva. Oh, meu Deus, o que devo fazer? Meu Deus, o sr. sabe o quanto eu amo minha família. Mas veja agora. Não tenho esperança. Não posso vê-los passar fome.

Voz: (reverberando) Volte para a sua esposa e seu filho. Vá, vá, vá…

Mike: De quem é essa voz? Ei, você, sabe o que está me pedindo para fazer? Voltar para minha casa e ver meu filho e minha esposa morrerem de fome. Não! Eu não posso! (gaguejando) Eu não posso suportar isso.

Narrador: Um menino de rua encontra Mike. José está carregando um saco sujo nas costas, cheio pela metade com todo tipo de lixo. Ele pensa em assaltar Mike.

José: (fora do microfone – falando para si próprio) Aquele homem ali. Ele poderia ser meu primeiro ganho desta manhã. (no microfone) Mas por que ele está sentado ali sozinho? Vou lá descobrir o que ele quer.

Sobem gradualmente passos rápidos e música sinistra, depois diminuem

José: (assobiando) Ei, você! O que diabo você está fazendo aqui?

Mike: (imitando José) E você? O que diabo você está fazendo aqui?

José: Como você tem coragem de falar comigo desse jeito?

Mike: Então, o que você está fazendo?

José: Este é o meu território. Dê-me tudo o que você tem.

Mike: (sarcástico) Dar a você tudo o que eu tenho? Bem, estou aqui. Pode me levar… mate se quiser. Não tenho nada a perder.

Sobem trechos rápidos de música sinistra e depois descem

José: (para si mesmo) Não acredito…

Mike: Calma, rapaz. Podemos trabalhar juntos, não?

José: (surpreso) O que você quer dizer com isso?

Mike: Meu nome é Mike. Estou aqui na cidade porque perdi minha terra e tudo o mais. Qual é o seu nome?

José: Eu me chamo José. Também perdi os meus pais e todos os parentes. Tudo o que eu tenho é este saco e outros dois. Uso para recolher lixo. É como eu ganho a vida agora.

Intervalo musical de dez segundos, depois diminui

Apresentadora: Essa dramatização explica os desafios enfrentados por Mike e por muitos outros agricultores que migram para os centros urbanos. Mike precisou agir muito rápido para salvar Jane e seu bebê da fome. Ele descobriu uma prática chamada de agricultura em sacos que salvou a vida deles. Ela envolve o cultivo de plantas em sacos cheios com solo e lixo de cozinha. Tudo o que você precisa é de um saco, terra e mudas. Os três sacos de José tornaram-se as suas primeiras fazendas em sacos. Visitei as fazendas em sacos de Mike e conversei com ele.

Sobem sons da rua (pessoas falando, vendedores ambulentes, crianças brincando, tráfego etc.) e ficam sob as vozes

Nyaole: Como você se tornou um agricultor de sacos?

Mike: Depois de lutar para encontrar legumes em Nairóbi, eu me perguntei: como posso aumentar a segurança alimentar da família? Como posso ter o suficiente para nós e um pouco a mais para vender? Encontrei José, um menino de rua. Ele é órfão e, por isso, levei-o para casa e me tornei quase um pai para ele. Ele tinha três sacos que usava para recolher lixo. Eu estudei a ideia de encher os sacos com terra e usá-los como nossa fazenda na cozinha. Tentamos e funcionou. Então, apresentei a agricultura em sacos para alguns dos meus amigos. Agora é mais fácil para nós cultivar alimento suficiente para nossas famílias, porque não precisamos de espaços grandes para plantar.

Intervalo musical

Apresentadora: Estamos de volta falando sobre agricultura em sacos. A agricultura em sacos envolve o plantio de mudas de plantas sobre os lados de sacos cheios com terra que são colocados sobre terraços ou a entrada de casa. Já descobrimos como Mike, agricultor urbano do Quênia, começou a agricultura em sacos. Você poderá estar imaginando o que é necessário para tornar a agricultura em sacos uma realidade. Vamos demonstrar isso junto com Mike.

Nyaole: Você quer dizer que devo adicionar 15 cm de uma mistura de solo e esterco compostado ao saco?

Mike: Sim. Depois pegue um recipiente plástico de 15 por 20 cm que esteja aberto nas duas pontas. Coloque dentro do saco. Então coloque pedras dentro do recipiente plástico. Adicione solo dentro e em volta do recipiente plástico e continue adicionando solo até que o saco esteja cheio. Sua fazenda está pronta. Regue a fazenda em saco e então plante suas sementes ou mudas. Lembre-se de colocar a sua fazenda em saco em um lugar ensolarado.

Nyaole: OK, então tudo o que preciso para ser um agricultor em sacos é um saco, solo, esterco compostado e água. Misturo uma parte de esterco compostado com três partes de solo em um saco. Depois planto as mudas em cima e em toda a volta do saco. Então rego logo pela manhã e à noite. É isso?

Mike: Sim. É isso.

Nyaole: Como eu planto as mudas?

Mike: Nós recomendamos que você plante seis mudas de sukuma wiki (nota do editor: couve em suaíli) no topo do saco. Plante as outras mudas, cerca de 24, em uma linha em ziguezague em volta de todo o saco. Coloque cada muda a cerca de 15 cm de distância.

Nyaole: Agora que descobrimos uma forma simples de fornecer alimento para as nossas famílias, por que não tentar? Vamos fazer um rápido intervalo. Na volta, Mike nos contará como evitar o acúmulo de água na nossa fazenda de sacos.

Intervalo musical

Apresentadora: Antes do intervalo, Mike falou sobre recipientes plásticos e pedras. Por que é necessário usar um recipiente plástico e pedras em uma fazenda de sacos?

Mike: O recipiente plástico e as pedras na agricultura em sacos ajudam a filtrar a água. Sem elas, o solo e as plantas seriam inundados e a plantação morreria. As pedras dentro do recipiente evitam bloqueio da água.

Nyaole: Por que você usa um recipiente plástico?

Mike: Recipientes plásticos usados são facilmente encontrados em nossas cozinhas e no lixo. A outra opção é usar uma rede de fios dentro do saco. Mas eu não tinha dinheiro para isso. O recipiente plástico deve ser aberto dos dois lados para que a água possa penetrar facilmente até o fundo do saco. Use apenas um recipiente para cada saco.

Nyaole: Com que frequência você substitui os sacos?

Mike: O saco verde que acabei de mostrar vai durar dois a três anos. Depende das condições do tempo. Mas substitua o saco assim que ele estiver muito gasto para reter o solo.

Nyaole: Com que frequência você adiciona fertilizante à sua fazenda em sacos?

Mike: Eu agrego esterco no topo do saco mais ou menos a cada três meses. Como sou agricultor orgânico, eu compro esterco de criadores de aves e uso para aumentar a fertilidade do solo.

Nyaole: Quantas mudas devo plantar em cada saco?

Mike: Cada saco contém cerca de trinta mudas. Plante seis mudas no topo do saco. Plante o resto, cerca de 24 mudas, em volta de todo o saco. Como falei antes, plante em ziguezague, não em linha reta, a cerca de 15 cm de distância.

Nyaole: Então eu planto trinta mudas? Seis em cima e 24 em volta do saco?

Mike: Isso mesmo! Três sacos contêm cerca de noventa mudas. Isso dará alimento suficiente para uma residência média e até para vender um pouco para alguns vizinhos.

Nyaole: Suficiente para alimentar uma família média por quanto tempo?

Mike: Enquanto você mantiver o plantio de mudas novas. Leva cerca de três semanas para que sukuma wiki esteja pronto para a colheita. Então você deve plantar mudas novas a cada três semanas.

Nyaole: A água é muito escassa por aqui. Como você rega as suas plantas?

Mike: Eu compro água para uso da casa. Depois do uso, eu purifico a água servida passando através de pequenas partículas de carvão. Elas são resíduos do carvão que usamos para cozinhar.Vinte litros de água são suficientes para regar três fazendas em sacos duas vezes por dia. É muito econômico.

Nyaole: Eu posso regar minha fazenda em sacos a qualquer hora do dia?

Mike: Não. É melhor fazer a rega no início da manhã e à noite. Isso diminui a quantidade de água que evapora. Nunca use água com sabão, a menos que você a tenha passado por esse processo de purificação com carvão.

Intervalo musical

Apresentadora: Hoje aprendemos como colher alimentos sem terras aráveis nem água da chuva. É claro que nunca pode haver plantas sem pragas. Como controlamos as pragas em uma fazenda em sacos? Mike conseguiu manter suas plantas livres de pragas sem usar inseticidas. Vamos descobrir como ele conseguiu vencer esse desafio.

Mike: Para controlar as pragas, use pimenta em pó. Misture com folhas de mamão. Na verdade, a pimenta sozinha já funciona.

Nyaole: Como você prepara o pó?

Mike: Você pica as folhas de mamão e adiciona pimenta em pó. Depois você mistura com água e pulveriza nas plantas. Você também pode usar leite, mas nós não incentivamos o uso de leite porque é caro. Preciso mencionar que o controle de ervas daninhas na fazenda em sacos, naturalmente, é muito mais fácil.

Nyaole: Quais são alguns dos outros desafios que você enfrenta?

Mike: Tem havido muitos. Primeiro, era dinheiro e espaço. Consegui encontrar uma casa para alugar. Minhas fazendas em sacos estão em todos os espaços disponíveis em volta da casa. Eles se tornaram minha terra aqui em Nairóbi. Também há pessoas que colhem minhas plantas quando estou fora. Mas os benefícios superam os desafios. Minha esposa Jane e meu filho agora estão fortes e saudáveis. Esta é a minha maior alegria.

Música sobe e desce em seguida

Apresentadora: Acabamos de descobrir como preparar uma fazenda em sacos. Agora, os membros da família de Mike Buseti comem pacificamente uma refeição de sukuma wiki regularmente com poucos esforços. A família dele não tem mais medo da fome. Nós podemos fazer o mesmo.

Música sobe e desce em seguida

Apresentadora: Espero que você tenha gostado deste programa sobre agricultura em sacos. Se você já tentou este método e tem sugestões ou ideias para outros ouvintes, por favor, entre em contato conosco aqui na emissora e conte suas experiências. Isso é tudo por hoje. Obrigada pela audiência. Sou Rosemary Nyaole.

Música aumenta e depois termina.


Créditos:

Contribuição de Rosemary Nyaole-Kowuor, Shine 103,1 FM (Universidade de Daystar, Quênia).

Revisão: Takawira Mubvami, Coordenador do Programa de Agricultura Urbana, Parceria de Desenvolvimento Municipal, Leste e Sul da África, Harare, Zimbábue.

Agradecimentos: Michael Musembi, Nairóbi (Quênia), entrevistado em 11 de setembro de 2009; e Turma de Radioteatro da Universidade de Daystar de 2009 (Câmpus do Rio Athi), que gravou o teatro em 14 de outubro de 2009.


A Rádio Rural Internacional (Farm Radio International) é uma organização canadense sem fins lucrativos dedicada a apoiar emissoras de rádio em países em desenvolvimento para fortalecer comunidades rurais e a agricultura em pequena escala.

Segundo a organização, o material da Rádio Rural Internacional pode ser copiado ou adaptado para distribuição gratuita ou a preço de custo, com crédito para a Rádio Rural Internacional e para as fontes originais.

Esta versão em português é um trabalho voluntário, independente da organização e oferecido gratuitamente para as emissoras de rádio dos países de língua portuguesa. O texto foi traduzido para o português do Brasil, mas pode ser adaptado com facilidade para o português falado em outras partes do mundo (para dúvidas sobre os termos empregados, utilize o formulário de contato em https://radioruralportugues.wordpress.com/creditos-e-contato/).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s